Crédito consignado amplia limite para 35% da renda mensal

simulador-consignado-2Recentemente foi publicada a Medida Provisória 681 que amplia o limite do empréstimo consignado de 30% da renda mensal para 35%. Contudo, a mudança no limite do crédito é valida para pagamentos de fatura de cartão. O crédito fornecido pelo banco é descontado diretamente na folha de pagamento.

Na prática, o trabalhador poderá solicitar do banco um empréstimo correspondente a 30% do seu ganho mensal e os 5% restantes utilizar para quitar dívidas de cartão de crédito, que tem as taxas de juros mais elevadas do mercado.

Segundo informações do advogado Willi Fernandes do CEPAASP – Centro Paulista aos Aposentados e Servidores Públicos o valor correspondente a 5% do salário será utilizado apenas para pagamentos de faturas em atraso ou de renegociação de dividas no cartão.

“Essa mudança também é válida para os aposentados e pensionistas. De acordo com dados do Ministério da Previdência 3,9% desta classe faz uso de empréstimos consignados, onde tem descontados as parcelas direto da renda mensal. Entretanto, deve-se ter cautela na hora de solicitar estes 5% a mais no consignado para não virar um problema no futuro”, salienta o Dr. Willi.

O objetivo da nova regra do empréstimo consignado é permitir que a divida do cartão de crédito seja quitada, e seja evitado o pagamento da parcela mínima estimulando a inadimplência nas famílias. Tendo em vista que as instituições credoras geram juros em média de até 13,6% ao mês por faturas em atraso ou que não foram totalmente pagas. Optando pelo empréstimo descontado em folha os juros mensal fica em 2%.

Leia mais:Crédito consignado amplia limite para 35% da renda mensal

LUTO

Luto
É com muita tristeza que nos despedimos do nosso fundador ANTÔNIO DELBUCIO NETO, falecido nesta quinta-feira, 14/05/2015, às 23h20, por insuficiência respiratória aguda no hospital Santa Maggiore em São Paulo.

Delbucio dedicou sua vida à alegria e amparo às pessoas. Empresário do setor de entretenimento, dirigiu por várias décadas a famosa Casa de Dança Som de Cristal em São Paulo. Trabalhou nas antigas redes de televisão Manchete e TVS. Empresariou shows de artistas de renome da Jovem Guarda e da noite paulistana. Foi vice-presidente da Ordem dos Parlamentares do Brasil, Deputado Federal Suplente pelo PDT, como fundador e ex-presidente da nossa associação, travou várias brigas com órgãos públicos e empresas privadas na defesa do direito da categoria, conquistando várias vitórias judiciais, além de serviços nas áreas de saúde, lazer e entretenimento, melhorando a vida de milhares de aposentados e pensionistas.
Delbucio tinha 72 anos, casado há mais de 30 anos com a Sra. Maria de Lourdes, com quem teve 2 filhos e 2 netos.

O enterro será neste sábado (16) às 08h, no Cemitério Quarta Parada, em São Paulo.

img-dds

Oficina Recreativa

cepaasp-splash-or

Com estrutura própria e equipamentos de última geração, a Rede Bem Estar trouxe mais uma novidade para todos os membros da rede. Com o objetivo de desenvolver qualidade de vida e Bem Estar, você encontrará várias atividades e oficinas recreativas em nosso espaço social. Temos disponíveis aulas de: Informática, Ginástica, Artesanato e Dança. Também temos o Cantinho da Leitura, Sala de Massagem, Sala de Jogos e um Consultório Dentário.
Você poderá usufruir de tudo isso sem nenhum custo adicional.

Bem vindo(a)! Ao clube de lazer!

fotos

texto 01

O Clube de Lazer da Rede Bem Estar, conta com uma estrutura completa. Em uma área de 50 mil metros quadrados em total contato com a natureza, as margens da Represa do Fança em Juquitiba. O Clube disponibiliza gratuitamente para os seus associados: piscina infantil e adulto com tobogã, restaurante com vista panorâmica para a represa, salão de jogos, salão de dança, playground, sauna, pescaria, passeios náuticos, tirolesa, arvorismo, cachoeira, trilhas, churrasqueiras, quadras poliesportivas e muito mais.
texto 02

FacebookTwitter

Trabalhador pode ganhar mais com revisão do FGTS

post-cp

Clayton Castelani
do Agora

Trabalhadores que querem ter o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) corrigido pela inflação a partir de 1999 ganharam a chance de conseguir uma bolada maior.

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou que, em ações coletivas, os juros pela espera devem ser aplicados desde quando foi feita a citação do devedor, logo no início da ação.

O julgamento do STJ tratou da revisão dos juros nas ações que pedem a revisão da poupança durante os planos econômicos.

Porém, por ser um recurso repetitivo, servirá de referência para outras ações coletivas.

No caso do FGTS, essa decisão abriu caminho para a DPU (Defensoria Pública da União), que tem uma ação civil pública para representar todos os trabalhadores prejudicados com a correção menor do fundo, cobrar juros de mora de 1% ao mês a partir da citação da Caixa Econômica Federal, em 18 de fevereiro deste ano.

Materia Original:http://www.agora.uol.com.br/grana/2014/05/1461675-trabalhador-pode-ganhar-mais-com-revisao-do-fgts.shtml